Business Model You O Modelo de Negócios Pessoal 750x375 - Dica de Livro: Business Model You: O Modelo de Negócios Pessoal

Dica de Livro: Business Model You: O Modelo de Negócios Pessoal

Nome: Business Model You: O Modelo de Negócios Pessoal
Autor: Tim Clark, em colaboração com Alexander Osterwalder e Yves Pigneur
Editora: Alta Books
Resenha:

Quem acha que o Business Model Canvas é parecido com o modelo Business Model You está completamente enganado, seria interessante ler de novo. Já li os dois livros e posso dizer que o modelo de negocio pessoal é recheado de atividades reflexivas que te levam a questionar quem você é, o que você realmente deseja fazer como profissão e o que irá fazer para chegar ao futuro desejado.

O Model You é bonito, cheios de ilustrações e bem dinâmico nas atividades com espaço para você realiza-las no próprio livro, os exercícios possui exemplos o que facilita bastante o entendimento tornando-o bem didático. Sendo assim, não é para se ler de uma vez, mas sim aos poucos fazendo cada proposta com atenção.

Dividido em 10 capítulos, ele explica o que modelo de negocio, tenta promover reflexões de como Quem é Você?, encontrar e identificar o seu propósito de carreira, tenta traçar suas habilidades e tendencias profissionais. Não é extremamente completo, mas possui uma gama de atividades que te auxiliará a chegar em possibilidades sobre sua profissão ou se você é um orientador de carreira é interessante porque pode te instrumentalizar para realizar algumas atividades.

O Canvas no geral para além de preencher os 9 segmentos do desenho do modelo de negocio, completa-los na verdade é resultado final de uma series de atividades.

 

Adquira seu kit de Modelo de Negócios Pessoal Business Model You

 


Tamires da Silva Mascarenhas Pinho 

Psicóloga
CRP-16/3601

 

programa de qualidade de vida 750x375 - A importância do programa de qualidade de vida na sua empresa

A importância do programa de qualidade de vida na sua empresa

Estabelecer um programa de qualidade de vida no trabalho trata-se de uma estratégia muito favorável ao bom desempenho da empresa, com efeitos internos e externos ao ambiente de trabalho. Além disto, ao se estabelecer o programa, este pode representar um avanço nas metas da organização, desde que bem planejado e executado.

O investimento em um programa de qualidade de vida dentro da empresa pode começar com estratégias práticas e de baixo custo. As ações de impacto sobre a qualidade de vida podem contar com pequenas intervenções preventivas, por exemplo. E estas servem de ponto de partida de baixo custo, mas com ampla aplicabilidade. De outra maneira, é possível criar um ambiente onde se promovam ações voltadas para a qualidade de vida no trabalho dentro do que já é executado no local, como associar aos treinamentos internos e à planos de ação da própria empresa, por exemplo.

Quanto aos resultados, os benefícios da qualidade de vida no trabalho podem refletir de diversas formas: melhor desempenho e produtividade; maior concentração; menor desperdício de tempo; menor incidência de atestados e licenças; melhor relação com o trabalhador; maior apoio do trabalhador nas atividades da empresa; entre outros.

Subjetivamente, podemos dizer que o interesse na qualidade de vida do trabalhador fará com que o trabalhador se interesse pelas necessidades da empresa. Cria-se um ciclo de apoio mútuo. Ganha o trabalhador com qualidade de vida e ganha a empresa com qualidade da produção.

De forma mais ampla, o programa com foco na qualidade de vida do trabalhador favorece a visão social da organização. Promover bem estar e qualidade de vida no trabalho é uma atitude corporativa de impacto social, configurando uma prática humanizada. Demonstra respeito não apenas pelo cumprimento de determinações legais, mas valor humano às demandas enfrentadas pelo trabalhador.

De forma prática, o programa de qualidade de vida pode, ainda, favorecer mudanças no comportamento do trabalhando fora do local de trabalho, fazendo-o buscar mais saúde mesmo quando distante do espaço laboral. Isto, de certa forma, tornar-se muito impactante, pois evitará que este trabalhador seja impedido de trabalhar por danos a sua saúde fora do local de trabalho, em horários de descanso e lazer. Ou mesmo, para aqueles que sofrem com doenças crônicas e, às vezes, sem cura, garantirem as melhores condições de vida para sempre estarem aptos ao trabalho.

Como podemos ver, traçar planos de implantação de um programa de qualidade de vida no trabalho favorece a conquista de diversas formas por parte da empresa e do trabalhador, até mesmo com ações mínimas e de baixo custo. Um bom planejamento com uma boa assessoria, podem ser diferenciais nesta conquista. Um programa bem planejado e aplicado da maneira correta e com profissionais capacitados, pode trazer um diferencial na atitude social da empresa com reflexos diretos em sua produtividade, fazendo valer um resultado amplo e satisfatório inclusive para a saúde financeira da empresa.

 


 
Geanderson dos Santos Rodrigues – Fisioterapeuta (CREFITO-15 Nº 95085-F).
Especialista em Saúde Coletiva pela UNICSUL (2007). Mestrando em Biotecnologia pela UVV em associação a UENF. Atuou como fisioterapeuta em clínicas e hospitais até 2017. Entre os anos de 2015 e 2017 atuou como gestor em serviço de fisioterapia hospitalar. Hoje, atua como fisioterapeuta domiciliar e desenvolve ações de gestão e treinamentos em saúde.