Precarização do trabalho, uma vida sem glamour: Karoshi e Workaholic

Vintage Toys Yard Sale Instagram Post 1024x1024 - Precarização do trabalho, uma vida sem glamour: Karoshi e Workaholic

 

 

 

A precarização do trabalho é um assunto que está cada dia mais em evidência, pois ele se opõe a qualidade de vida e interfere na saúde dos envolvidos. Muitas empresas colocam seus funcionários expostos a fatores de risco de natureza física, biológica, química, subjetiva e psicológica; os afetando diretamente; citamos como exemplos aos últimos, a competitividade maximizada; flexibilidade sem limites; substituição dos indivíduos desgastados, cansados e ultrapassados; exigência de rapidez; etc. Esses fatores geram patologias e sintomas.

No trabalho, passou-se a gerir os funcionários pelo medo, pelo desemprego e falta de oportunidade, caso não atendessem as expectativas do empregador, gerando perdas materiais, de necessidade humana e realização pessoal. São processos de dominação que mesclam insegurança, incerteza, sujeição, proliferação da desconfiança e do individualismo, sequestro do tempo e da subjetividade. São afetadas as demais dimensões da vida social e laços familiares.

O Karoshi e o Workholic são doenças atuais, consideradas uma epidemia da modernidade e resultantes da precarização do trabalho. O “Karoshi” (palavra de origem japonesa) começou nos anos 1960. Nada mais é que a morte por excesso de trabalho. Os funcionários acreditam que não tem outra opção a não ser aceitar a jornada ou as condições que são colocadas; por essa razão, fazem horas extras incalculáveis, se privam, por falta de tempo, de dormir, de comer, sair e fazer exercícios; o que resulta em infartos, derrames e suicídios. O estresse e a forma de viver colaboram para o aumento do risco de doença cardíaca, distúrbios do sistema imunológico, diabetes e algumas formas de câncer; resultando em uma morte muitas vezes súbita, pois é uma doença silenciosa.

Workaholic, é uma gíria em inglês, que significa alguém viciado em trabalho; um trabalhador compulsivo, dependente do trabalho que não consegue se desligar. Um dos maiores receios é o medo de fracassar, esse medo faz com que ele se condicione e continue sempre dando o melhor de si na busca por resultados. Esses tipos de pessoas sofrem, pois, esse estilo de vida gera: insônia, explosões de raiva, mau-humor, impotência sexual, atitudes agressivas, ansiedade e depressão; entre outros efeitos nocivos.

A precariedade do trabalho pode ser considerada uma condição para a existência do capitalismo. Os trabalhadores compartilham as experiências de excessiva exploração, o sentimento de esgotamento, carência de gratificação, sentido intrínseco ao próprio trabalho, infelicidade, insatisfação e a certeza de que não trabalham para viver, mas sim, vivem para trabalhar.

Contudo alguns dos sintomas podem ser evitados com algumas atitudes simples: acompanhamento médico e psicoterapêutico; yoga; meditação; uma boa alimentação; ao menos 30 minutos por dia de exercícios; dormir no mínimo 8 horas por dia. Dedique um tempo para fazer o que gosta; não leve o trabalho tão a sério assim; e coloque a sua saúde, assim como sua vida pessoal, acima de tudo. Valorize-se como pessoa e valorize a sua importância junto a empresa que trabalha, não se menospreze ou pense que é descartável, todos temos um valor inestimável como seres humanos, seja no trabalho ou fora dele.

REFERÊNCIAS

Franco, Tania; Druck, Graça; Silva, Edith. As novas relações de trabalho, o desgaste mental do trabalhador e os transtornos mentais no trabalho precarizado. Dezembro de 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0303-76572010000200006>

Lane, Edwin. Os jovens japoneses que estão trabalhando literalmente até a morte. Julho de 2017. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/internacional-40140914>

S/N. O que é workholic. Julho de 2019. Disponível em: <https://www.significados.com.br/workaholic/>


Lícia Marchiori Crespo

Graduada em Hotelaria pelo SENAC, Águas de São Pedro/SP. Cursando o 4º Período de Psicologia pela UNIP, Vitória/ES. Atuou como docente de Hotelaria, SENAC/ES, 2014. Desde 2013, atua em consultorias e treinamentos para Meios de Hospedagem e A&B. Trabalha como voluntária e idealizadora de projetos sociais, nacionais e internacionais, desde 2005.

 

 

 

 

adult analogue aperture 403495 750x375 - Série Profissões: Conhecendo um pouco sobre perito e fotógrafo criminal

Série Profissões: Conhecendo um pouco sobre perito e fotógrafo criminal

É ótimo para nós ver você aqui novamente interessado por nossos conteúdos, eles são especiais para nossos leitores, para sanar dúvidas e curiosidades.

Hoje vamos abordar tudo possível acerca da profissão de Perito e Fotógrafo Criminal, sua forma de atuação no mercado de trabalho e sua inserção no mesmo.

O perito criminal dá início à carreira a partir da aprovação em um concurso público, podendo este ser das esferas estaduais ou federal.

O profissional é preparado para atuar em duas áreas da perícia:trabalho de campo (Fotógrafo Criminal) e trabalho em laboratório(Perito Criminal). O perito atuante no campo é responsável pela coleta de indícios e fotografias que servirão como provas, enquanto o perito atuante no laboratório faz a análise desses materiais. Geralmente, este último é mais ligado à atuação nas áreas de biologia e/ou química.

São responsáveis pela elaboração de laudos e pareceres, análise de corpos e ambiente, pesquisa do histórico dos criminosos,desenvolvendo estratégias para solucionar crimes. Não há graduação específica, a reposição é de acordo com a necessidade: Medicina, Odontologia, Biologia, Psicologia, Farmácia,entre outras; para fotógrafo criminal pode ser aceito somente o ensino médio em alguns concursos.

Após a aprovação no concurso, há um curso de especialização oferecido pelas Academias de Polícia Civil, em que estudam durante um período programado: criminologia, balística, acidentes de trânsito,linguística, análises de DNA, perícias de informática, áudio e vídeo, entre outras disciplinas. Ao longo da carreira o profissional pode ser deslocado para vários setores específicos, recebendo a qualificação necessária.

As principais oportunidades de emprego são disponibilizadas por Academias de Polícia e órgãos públicos que atuam na área de Segurança Pública. Laboratórios, delegacias e agências de segurança também figuram entre os principais contratantes.

O salário vai de R$ 2.692,27 para Treinee em uma pequena empresa a R$ 11.108,24 para Master em uma grande empresa.

Os candidatos aos concursos devem se atentar a algumas informações:

É necessário essas atender a essas características – Ter nacionalidade brasileira; ter idade igual ou superior 18 anos de idade; não registrar antecedentes criminais; estar no gozo dos direitos políticos; se, do sexo masculino, estar em dia com as obrigações do serviço militar; possuir a última declaração de Imposto de Renda ou declaração pública de bens; estar com o CPF regularizado; ter plena capacidade física e mental; ter conduta irrepreensível na vida pública e privada; ser habilitado na categoria “B”, no mínimo; não ter sido demitido ou exonerado do serviço público federal, estadual ou municipal ou demitido por justa causa; certificado de conclusão de nível médio.

O concurso costuma ser realizado em 4 (quatro) fases: prova preambular;prova de aptidão psicológica; prova de aptidão física;comprovação de idoneidade e conduta escorreita: A prova preambular possui por volta de 100 questões distribuídas entre – Técnicas Audiovisuais, Língua Portuguesa, Noções de Criminologia, Noções de Direito, Noções de Lógica, Noções de Informática; A prova de aptidão psicológica consistirá na aplicação e avaliação de instrumentos e técnicas psicológicas visando verificar habilidades específicas; A prova de aptidão física, tem por objetivo avaliaras condições físicas e somáticas mínimas exigidas para o bom desempenho do cargo; A comprovação de idoneidade e conduta escorreita, tem por objetivo pesquisar a vida social, ética e funcional do candidato.

Ser um perito criminal é uma carreira de grandes responsabilidades,com um dia a dia agitado, desafiador e empolgante.

 

REFERÊNCIAS

Polícia Civil do Estado de São Paulo.Concurso para fotógrafo criminal. 2013. São Paulo/SP. Disponível em: <https://www.vunesp.com.br/PCSP1308/>. Acesso em: 18/07.

SN. Investigação Forense e Pericia Criminal. SD. SL. <https://www.educamaisbrasil.com.br/cursos-e-faculdades/investigacao-forense-e-pericia-criminal/salario-de-prerito-criminal-carreira>/. Acesso em 19/07.

SN. Ciências Forenses. 2019. SL. Disponível em:<http://www.incursos.net/noticias/19032019/o-mercado-de-trabalho-para-um-perito-criminal/>.Acesso em 19/07.

 

 



Lícia Marchiori Crespo

Graduada em Hotelaria pelo SENAC, Águas de São Pedro/SP. Cursando Psicologia pela UNIP, Vitória/ES. Atuou como docente de Hotelaria, SENAC/ES, 2014. Desde 2013, atua em consultorias e treinamentos para Meios de Hospedagem e A&B. Trabalha como voluntária e idealizadora de projetos sociais, nacionais e internacionais, desde 2005.

 

[LinkedIn] Informe recrutadores do seu interesse por novas oportunidades

Post in: Tamires

Estou fazendo esse post porque algumas pessoas perguntam como elas podem fazer para serem recrutadas no LinkedIn, existe na própria plataforma uma modo de indicar aos recrutadores que tem interesse em ser recolocado. A dica é rápida, fácil e super prática.

Na busca por emprego tem coisas que são preciosas e no LinkedIn pode ser uma boa forma de consegui um bom emprego. Pode ter alguém buscando o que você sabe fazer porém não está encontrando; algo que é comum em determinadas área de serviço. Quando você demonstra sua experiência e o que sabe fazer os recrutadores podem encontrar te contratar para determinada empresa.

As pessoas nunca vão saber se você tem determinada experiência, expertise, know how sobre determinada área se você não se expor. Exponha seu trabalho!

Esse interesses de carreira você pode ativar e desativar quando quiser; deixar recados para os recrutadores; dizer o quanto deseja a nova vaga (ocasional, ativamente e outros); localidade que gostaria de trabalhar e se gostaria de remoto entre outras opções. Dessa forma você deixa claro quais são suas opções e desejos.

Esse recurso fica ativo por um período de 6 meses (180 dias); depois é desativado automaticamente; mas é possível retomar o compartilhamento de interesses de carreira alterando manualmente as configurações.

Passos:

1. Na pagina inicial você irá em vagas:

01 - [LinkedIn] Informe recrutadores do seu interesse por novas oportunidades

2. Você irá visualizar o Interesses de carreira

01 1 - [LinkedIn] Informe recrutadores do seu interesse por novas oportunidades

3. Preenchendo os campos

02 - [LinkedIn] Informe recrutadores do seu interesse por novas oportunidades

Abraços

Tamires Mascarenhas

Business Model You O Modelo de Negócios Pessoal 750x375 - Dica de Livro: Business Model You: O Modelo de Negócios Pessoal

Dica de Livro: Business Model You: O Modelo de Negócios Pessoal

Nome: Business Model You: O Modelo de Negócios Pessoal
Autor: Tim Clark, em colaboração com Alexander Osterwalder e Yves Pigneur
Editora: Alta Books
Resenha:

Quem acha que o Business Model Canvas é parecido com o modelo Business Model You está completamente enganado, seria interessante ler de novo. Já li os dois livros e posso dizer que o modelo de negocio pessoal é recheado de atividades reflexivas que te levam a questionar quem você é, o que você realmente deseja fazer como profissão e o que irá fazer para chegar ao futuro desejado.

O Model You é bonito, cheios de ilustrações e bem dinâmico nas atividades com espaço para você realiza-las no próprio livro, os exercícios possui exemplos o que facilita bastante o entendimento tornando-o bem didático. Sendo assim, não é para se ler de uma vez, mas sim aos poucos fazendo cada proposta com atenção.

Dividido em 10 capítulos, ele explica o que modelo de negocio, tenta promover reflexões de como Quem é Você?, encontrar e identificar o seu propósito de carreira, tenta traçar suas habilidades e tendencias profissionais. Não é extremamente completo, mas possui uma gama de atividades que te auxiliará a chegar em possibilidades sobre sua profissão ou se você é um orientador de carreira é interessante porque pode te instrumentalizar para realizar algumas atividades.

O Canvas no geral para além de preencher os 9 segmentos do desenho do modelo de negocio, completa-los na verdade é resultado final de uma series de atividades.

 

Adquira seu kit de Modelo de Negócios Pessoal Business Model You

 


Tamires da Silva Mascarenhas Pinho 

Psicóloga
CRP-16/3601