Podcast Psique  é uma conversa sobre o cotidiano da psicologia. Na 3° temporada (T03) iremos explorar assuntos relacionado a Recursos Humanos.

Neste episódio (T03E07) iremos falar sobre Empregabilidade Pós 40, conversamos com Silmar Strubbe. Silmar é  Diretor do Instituto Le Care; Diretor; Fundador da Strübbe Consultoria em Desenvolvimento Humano; Administrador de Recursos Humanos, Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas; Psicologia Organizacional e Constelação Sistêmica Integrada (cursando); Formações: Coach Adviser Internacional, Analista Comportamental, Grafólogo; 30 anos de Recursos Humanos com foco em Gestão Estratégica de Recursos Humanos, Desenvolvimento Organizacional e Profissional, Liderança, e Comunicação Interpessoal; Atuo como: Mentor/Coach de Carreiras, Consultor de Desenvolvimento Humano, Palestrante, Docente e Colunista em Portais de Notícias; Adviser Voluntário na JASP (Junior Achievement São Paulo); Membro Conselheiro na ETEC SEBRAE e ETEC Guarulhos (Escola Técnica Estadual – SP). Coautor nos livros: “Coaching e Mentoring”, Editora Autografia, 2020. “MAPA DA VIDA”, Editora Ser Mais, 2016.

Caso queira compartilhar sua experiência profissional conosco através do podcast envie e-mail para contato@quallitypsi.com.br

 

 

Documentário Três Estranhos Idênticos e as questões éticas em pesquisa com humanos

 

O documentário “Three Identical Strangers” de 2018, premiado no Festival de Sundance 2018, estreou na Netflix quem puder assistir recomendo. Inicialmente aparenta uma historia de sincronicidade que irá reunir os irmão separados pelo destino, mas a verdade é escondida por organizações de pesquisa e adoção dos próprios trigêmeos. Não vou dar spoiler sobre como aconteceu o (re)encontro dos irmãos, mas falarei sobre o final, caso não tenha assistido e não goste de spoiler, não leia antes de assistir.

Em um momento no documentário os irmãos e suas famílias foram na agência de adoção Louise Wise, onde realizaram o processo de adoção e questionaram do porque separaram eles, inicialmente a justificativa foi que seria extremamente difícil conseguir uma família que adotasse os três juntos. Mesmo contestando a instituição não obtiveram muito avanços, então tentaram algo via judicial; porém, como a agência era referência em adoção, ninguém quis abraçar a causa por não conseguir adotar ou devido a influência das pessoas relacionadas a Louise Wise.

Descobriram que a Louise Wise separou “Eddy, David e Robert” e outros gêmeos da instituição quando recém-nascido devido uma pesquisa desenvolvida pelo Child Development Center. Os gêmeos deste local eram separados, indicados para famílias diferente (socialmente, financeiramente e comportamental) e que tinham irmãos mais velhos. No caso dos trigêmeos, todos eles tinham uma irmã adotada mais velha, não se sabe o foco principal da pesquisa (que nunca foi publicada até o momento), mas podemos deduzir que um dos foco era no como a criação de cada família irá influenciar nas crianças.

David e Robert relatam de experimentos que faziam quando crianças, mas eles e nem seus pais desconfiaram que eles participavam de um experimento. No documentário entrevistam duas pessoas que participaram da pesquisa, e eles afirmam que existem gêmeos que não sabem que são e podem morrer sem saber que são, a pesquisa é/foi mantida em sigilo para preservar a eficácia dos resultados.

A agencia de adoção mais tarde se fundiu à organização Jewish Board, a pesquisa do Child Development Center foi conduzida pelo psiquiatra Peter Neubaue que deixou os detalhes da pesquisa arquivados restrito até 2065 na Universidade de Yale. Neubaue foi um psicanalista e psiquiatra infantil austríaco morreu em Nova York aos 94 anos sem revelar nada sobre o experimento, colaborou com Anna Freud em estudos.

Outros lugares que pode saber mais sobre o tema:

Documentário: The Twinning Reaction (20217)

Livro: Identical Strangers: A Memoir of Twins Separated and Reunited escrito pelas gêmeas idênticas Elyse Schein e Paula Bernstein (em inglês).

 

Levantando a questão da ética na pesquisa no documentário, os pesquisadores não obtiveram o consentimento dos  participantes, eles não estavam nem sabendo que havia uma pesquisa. Conforme vamos assistindo aos relatos, percebemos a grande questões de falta de ética na pesquisa. Enquanto assistia, era impossível não lembrar da  Segunda Guerra Mundial e as pesquisas que o Nazismo realizaram, e foi este fato que levantou a necessidade de normas éticas para a realização de pesquisas com seres humanos. É importante lembrar que nesta época não tínhamos essas normas tão consolidadas como hoje, “No Brasil, a Resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde estabelece os fundamentos éticos e científicos para este tipo de pesquisa”(4).

Construir a harmonia entre a necessidade de avanços cientifico e o respeito à dignidade humana, assim como os direitos humanos, não é fácil. Neste período de pandemia passamos por isso devido a necessidade de testes em humanos para as vacinas, repercutiu um medico francês sugeriu testar vacinas na África (Reportagem).

Uma pesquisa necessita promover ao participante liberdade e esclarecimento sobre os prós e contra da pesquisa, a fim de “ponderar entre riscos e benefícios” (4).  Ainda em 2021 necessitamos de fiscalização sobre as pesquisas que ocorrem para que não retrocedemos nestas conquistas.

 

Fonte:

  1. Netflix
  2. https://www.bbc.com/portuguese/geral-44860932
  3. https://cultura.minha.com.br/2021/07/documentario-sobre-trigemeos-que-se-reencontraram-por-acaso-estreia-na-netflix/
  4. https://portal.fiocruz.br/etica-em-pesquisa
  5. https://portal.fiocruz.br/envolvendo-seres-humanos

 

 

Abraços

Tamires Mascarenhas

https://tamirespsi.wordpress.com/